10 razões para visitar Quebec mesmo no inverno

Não se trata apenas de poutine e cães de trenó!

Para viajantes interessados ​​em história, arquitetura e natureza, a cidade de Quebec é um destino de escolha. Embora a cidade receba até 13m de neve por ano e a média diária máxima em dezembro, janeiro e fevereiro seja de apenas 5,9 ° C, a cidade tem algo especial a oferecer durante todo o ano. Aqui estão alguns motivos pelos quais você deve visitar Quebec, mesmo durante o inverno.

Monumento a Samuel de Champlain em Quebec
Monumento a Samuel de Champlain em Quebec

Explore o centro histórico

Old Quebec é um Patrimônio Mundial da UNESCO. A única cidade da América do Norte a ter preservado suas muralhas, Quebec oferece um vislumbre de como era a vida em uma cidade fortificada séculos atrás. A Cidade Alta foi construída sobre um penhasco que oferece uma vista deslumbrante do grande Rio São Lourenço. Você pode passear pelas ruas de paralelepípedos do Quartier Petit-Champlain, repletas de cafés e lojas, e explorar os conventos, igrejas e monumentos históricos que o cercam.

Visite Quebec: o hotel de gelo é imperdível

Localizado a apenas 10 minutos do centro de Quebec, o hotel de gelo atraiu cerca de 43 visitantes desde a sua inauguração em 000. Composto por 2001 quartos construídos a partir de 44 toneladas de neve e 30 toneladas de gelo nas encostas do Laurentians, o hotel experimenta temperaturas médias de 000 ° C e -500 ° C. As camas possuem base de gelo maciço, com box de madeira e colchão na parte superior. Os colchões são cobertos com cobertores e as pessoas dormem em sacos de dormir árticos. Portanto, esta experiência não é para os fracos! Entre 3h e 5h, os hóspedes têm acesso a uma área de relaxamento nórdica com spas e saunas ao ar livre. Passeios de um dia e pacotes estão disponíveis, e você pode até se casar na Capela de Gelo do hotel.

A beleza da paisagem circundante

O slogan da província de Quebec não é "la belle province" à toa. Com seus profundos vales verdes, grandes lagos, montanhas, campos, florestas e falésias costeiras, há sempre algo bonito para descobrir. Vale a pena explorar a região ao redor da cidade de Quebec, além dos locais históricos e culturais ali encontrados, que podem ser facilmente acessados ​​por passeios de um dia de carro ou trem.

Visite a Basílica de Notre-Dame

Embora a catedral tenha sido reconstruída várias vezes ao longo dos anos, a basílica de Notre-Dame de Québec fica no mesmo lugar no coração da Velha Quebec desde 1647. O exterior desta catedral, uma das mais antigas da América do Norte, talvez seja um pouco menos impressionante do que a Basílica de Sainte-Anne-de-Beaupré, localizada a nordeste da cidade, mas uma vez lá dentro você apreciará o elaborado design neobarroco. A basílica abriga pinturas religiosas históricas e outros tesouros que datam do período colonial francês. Há também a cripta mal iluminada, que é o eterno local de descanso de mais de 900 pessoas, entre arcebispos, cardeais e governadores.

Visite a Casa da Literatura

A biblioteca da Maison de la Literatura é o interior mais movimentado da Velha Quebec, e por um bom motivo. Frequentemente chamada de coração da literatura de Quebec, a biblioteca combina design contemporâneo e arquitetura neogótica. Com suas paredes, prateleiras e mesas brancas, pisos e escadas de madeira clara, este é o lugar perfeito para fugir da agitação das ruas históricas.

Dê uma olhada no interior do Château de Frontenac

O Chateau de Frontenac é o hotel mais fotografado do mundo, sempre com destaque nas imagens do horizonte da cidade. Além de sua aparência de conto de fadas, o hotel é um Local Histórico Nacional do Canadá desde 1980 e também é um Patrimônio Mundial da UNESCO. Projetado no século XNUMX, o Château de Frontenac é um importante marco arquitetônico e histórico. Mesmo que não passe a noite no hotel, os visitantes podem fazer visitas guiadas que permitem compreender melhor a fascinante história de Frontenac.

Para assistir ao famoso Carnaval de Inverno de Quebec

O Carnaval de Inverno de Quebec é o evento mais importante da cidade ao longo do ano e é um dos carnavais de inverno mais famosos do mundo. Presidido pelo famoso Bonhomme, boneco de neve gigante de 400kg e 2,5 metros de altura com touca e lenço vermelhos, o carnaval acontece durante duas semanas, do final de janeiro a meados de fevereiro, quando o inverno é o mais rigoroso. As atividades incluem corridas de trenó e canoa, esculturas de neve, vida noturna, fogos de artifício e várias atividades familiares. Cerca de um milhão de pessoas participam do carnaval todos os anos, e é um evento que você não vai querer perder se estiver planejando uma excursão de inverno para Quebec.

Para visitar Montmorency Falls

Localizado a apenas 272 km a nordeste de Old Quebec, ao longo do Rio St.Lawrence, o Montmorency Park é um ponto comum de parada pela manhã ou à tarde. Com sua cachoeira de XNUMX m de altura, essas cachoeiras estreitas são cerca de uma vez e meia mais altas do que a poderosa Niagara. Não se esqueça de pegar um teleférico até o topo e cruzar a ponte suspensa para admirá-los de perto, ou suba as sinuosas escadas de madeira.

Para desfrutar de museus de classe mundial

Quebec é o lar de vários museus e galerias de arte renomados que permitem aos visitantes explorar o passado cultural e os antecedentes da província e além. Entre os museus imperdíveis estão os três pavilhões do Musée national des beaux-arts du Québec, que abriga mais de 25 obras de arte criadas em Quebec, e o Musée de la Civilization, que recebe quase 000 milhões de visitantes por ano. Mais um motivo para visitar a bela cidade de Quebec!

Para descobrir uma barraca de açúcar local

Passar uma tarde em uma barraca de açúcar fora da cidade é uma atividade inesquecível em Quebec, e há muitas dessas barracas de açúcar perto da Velha Quebec. Os visitantes podem aprender sobre o processo de fabricação do xarope de bordo, uma das principais iguarias exclusivamente canadenses, enquanto experimentam diferentes especialidades locais e participam de atividades como passeios de trenó, tobogã e muito mais. Experimente a Sucrerie Blouin, que está localizada na Île d'Orléans, do outro lado do rio, em frente à cidade de Quebec.

Para cruzar as Planícies de Abraão em esquis ou patins

Esses vastos planaltos foram palco da Batalha das Planícies de Abraão em 1759, uma batalha crucial travada pelos britânicos contra os franceses durante a Guerra dos Sete Anos - que decidiu o destino da Nova França, que caiu nas mãos dos britânicos . Hoje, a Planície de Abraão oferece um dos mais belos panoramas da cidade, com vista para o Rio São Lourenço. Um grande parque público agradável em qualquer época do ano. No inverno, tanto os visitantes como os locais utilizam os 7,8 km de pistas de esqui, 2,3 km de trilhos com raquetes de neve e 3,4 km de trilhos pedonais. Há também uma pista de gelo aberta durante o dia.

Por todos estes bons motivos, esperamos que já tenha retirado os seus bilhetes para visitar esta bela cidade (com opção de cancelamento), pois é possível que muitos voos sejam cancelados devido ao propagação da Covid19.

5/5 - (1 voto)